truques e dicas

Ideias para decorar a casa para o verão

By on Janeiro 23, 2017

Chegou a altura do calor, a época em que passamos mais tempo no exterior e a aproveitar as nossas varandas e terraços! De colocarmos as mesas nos jardins e convidar os amigos para jantares ao ar livre, fazer refrescos de fruta e barbecues. Arrumamos as mantas que ocupam os sofás no inverno e preparamo-nos para desfrutar das vantagens de viver num país com tanto sol.

 

Eu devo confessar que aproveito as limpezas da Primavera para trocar as capas das almofadas do sofá e trocar as carpetes por outras de cores mais clara, enquanto mando as de inverno para limpeza. Além de cores mais claras, também gosto de motivos que associo mais ao verão. Animais exóticos, paisagens com rios ou praias, frutas coloridas!

 

Outra coisa que funciona sempre bem, principalmente em casas de praia, são as referências aos motivos marinheiros. Tecidas com riscas de marinheiro, que têm como base o branco e permitem utilizar cores mais escuras sem tornar o ambiente mais pesado. Também aproveito para colocar decoração com conchas e areia nas casas de banho em vez de arranjos florais.

 

Verifico como está o stock de copos de cocktails e garrafas de vidro, gosto de ter tudo preparado para servir refrescos e cocktails de frutas a visitas inesperadas que no verão teimam em aparecer! Nesta altura, também espalho candeeiros para velas que têm a dupla função de afastar insectos e iluminar quando chega a noite. Para quem tem jardins, existem umas tochas que também têm a mesma função mas aquecem muito! Outra ideia para iluminação e que também anima o ambiente são os candeeiros de papel colorido ou fileiras de lâmpadas de cores diferentes.

 

Para quem gosta de meter as mãos na massa, esta é a melhor altura do ano para pintar mobílias velhas de cores garridas e dar-lhes um novo ar. É a altura dos azuis, vermelhos, brancos, amarelos e de deixarmos os castanhos escuros, pretos, etc.. Aliás, qualquer altura e bom para o fazer! Não se esqueçam que a mobília muito escura diminui o espaço e retira luminosidade.

 

E se tiverem mesmo muito espaço, criem uma zona fresca com a ajuda de plantas, guarda-sóis ou tecidos e estendam uma rede ou cadeiras de praia. Criem uma zona de descanso, de leitura ou para dormir sestas. Se escolherem plantas tenham o cuidado de escolher uma planta que não atraia abelhas ou o descanso e silêncio irá torna-se mais complicado.
Parece dar muito trabalho mas na realidade tudo o que é preciso é um pouco de espaço para guardar uma ou outra coisa que substituímos por decoração de inverno!

Como mudar de casa: 5 erros a não cometer

By on Abril 18, 2016

Ainda há pouco tempo tive de mudar de cidade. Uma boa oportunidade de trabalho, nova casa, nova vida, novas rotinas e vivências. Mas nem tudo foram rosas! Por isso, hoje vou falar em como mudar de casa para partilhar um pouco a minha experiência e dar uma ajuda a quem vai passar pelo mesmo.

 

Ao princípio estava bastante entusiasmada, porque eu sou da opinião que as mudanças são revigorantes, mas depressa mudei de opinião. Cometi erros que espero bem não repetir se tiver de voltar a fazê-lo. Um deles foi não contratar uma empresa de transportes de mudanças. Mas há mais erros a evitar para aprender como mudar de casa:

 

  1. Não me organizar. O processo de como mudar de casa tem de passar obrigatoriamente pelo planeamento. Mesmo com pouco tempo é importante preparar-se, porque depois torna tudo mais fácil. Faça uma cheklist de tarefas mediante prioridades para ir actualizando à medida que as despacha.
  2. Não fazer um inventário. Fazer uma lista de tudo o que irá levar para a sua nova casa irá permitir que não se perca nada pelo caminho, facilitando a verificação de tudo no novo destino. Isto aplica-se sobretudo a quem contratar transportes de mudanças, o que – como já disse – aconselho vivamente, pois permitirá identificar mais facilmente um eventual extravio.
  3. Não analisar bem a área das novas divisões. Eu adoro a minha mobília, mas a verdade é que fica totalmente desajustada na nova sala. Se eu tivesse feito medições prévias, tanto das divisões como dos móveis, e planeasse tudo com mais detalhe haveria de ter encontrado melhores soluções.
  4. Não separar objectos de primeira necessidade. Este foi o meu maior erro! Como mudar de casa sem stress? Quando chegar à nova casa, é conveniente que tenha à mão coisas como toalhas, roupas básicas, artigos de higiene, remédios, escovas de dentes e sabonetes, etc. Se levar um saco à parte com estas itens irá poupar tempo que perdi a comprar pasta de dentes e a abrir caixas para ir buscar uma toalha para ir tomar banho.
  5. Não contratar uma empresa de mudanças. Ora aí está o que eu já disse: as empresas de transportes de mudanças fazem o trabalho com maior rapidez e eficiência, poupando imenso no tempo na parte de carregar e descarregar, nas deslocações. Para além disso, há empresas que se encarregam do empacotamento, disponibilizando os materiais e tudo. Foi uma canseira demasiado grande fazer tudo sozinha, mesmo com ajuda de um amigo!

Empresas de mudanças: como escolher

By on Março 15, 2016

Já que aconselhei a contratação de empresas de mudanças, vou deixar aqui algumas dicas para ajudá-lo(a) a encontrar uma boa transportadora com orçamento simpático, garantindo um bom serviço.

 

  1. Verifique sempre se a empresa é idónea e qualificada. Para evitar que os seus pertences sejam apreendidos pelo caminho, é necessário que as empresas de mudanças tenham um alvará atribuído pelo IMT – Instituto de Mobilidade e dos Transportes.
  2. Procure empresas especializadas em mudanças. Existem transportadoras de mercadorias que fazem uns “extras” como empresas de mudanças para rentabilizar as suas viaturas. Mesmo que encontre uma transportadora com orçamento favorável desta natureza, não arrisque a sua contratação porque o mais natural é terem pessoal com menos experiência e oferecerem um serviço de qualidade inferior.
  3. Procure referências de empresas de mudanças. Fale com amigos, conhecidos, pesquise na Internet comentários e avaliações sobre o trabalho de diferentes empresas. Muitas vezes esta é a melhor forma de encontrar uma transportadora com orçamento à medida das nossas expectativas e necessidades.
  4. Não contrate pelo menor preço. Claro que o ideal é contratar uma transportadora com orçamento baixo mas desconfie se uma empresa de mudanças apresentar um valor cerca de 2 a 3 vezes menor do que a concorrência. Nestes casos, poderá não ter a garantia de mão-de-obra qualificada, material adequado e o devido cuidado que se deve ter normalmente. E afinal, são as suas coisas que estão em causa!
  5. Peça pelo menos 3 orçamentos. Não se fique por uma transportadora e orçamento. Inclua pelo menos três empresas de mudanças na sua lista de potenciais contratações.

Quando fizer a sua escolha, assine sempre um contrato de prestação de serviços. Não aceite nada verbal, esclareça dúvidas e negoceie cláusulas. Veja também se a empresa tem seguro em caso de eventuais danos dos seus bens e não pague 100% do valor em adiantado. Não se esqueça também de questionar acerca de custos extras que possam vir a ser cobrados, como despesas de estacionamento ou mover coisas pelas escadas, etc.